O Jeison Frasson escreveu (ou copiou) isso no dia 21/05/2009 Voltar

Você decidiu que é hora de fazer o site da sua empresa. Antes de sair pedindo orçamentos para agências ou “sobrinhos”, é preciso entender onde vai investir seu suado dinheirinho.

A internet é uma mídia diferente de qualquer outra e o principal motivo é o conteúdo, ou melhor, a forma como o conteúdo é apresentado. O que move a internet, desde sua criação até hoje, é a necessidade que as pessoas têm de divulgar e receber informações. Eis a palavra-chave: informação.

As pessoas acessam a internet em busca de informações. Preste atenção no verbo: acessar. Elas tomam a iniciativa e vão em busca do conteúdo que desejam. Ao contrário de outras mídias, onde o consumidor é um mero espectador, aqui ele está no comando e decide o que quer ver.

Quem visita um site se assemelha com quem visita uma loja: alguma coisa chamou a atenção e fez com que essa pessoa entrasse no local. É criada uma expectativa. Se essa expectativa for identificada e suprida, será feito um negócio (agora ou no futuro), senão é apenas mais uma visita.

O primeiro passo no planejamento de um site é a definição do objetivo. Por que o site existirá? Que tipo de pessoa o visitaria? Por qual motivo? Sem objetivos claros você não pode ter metas e sem metas, você não sabe se o investimento vale a pena ou não.

Todos acham que sabem quais são os objetivos e, por ser algo tão óbvio, não deve nem ser discutido, pois seria uma perda de tempo. Mentira.

Seguem algumas sugestões de objetivos:

  • Apresentar sua empresa e seu trabalho (a escolha clássica);
  • Aumentar as vendas de um produto/serviço específico;
  • Lançar um novo produto/serviço;
  • Melhorar o suporte técnico ou atendimento aos clientes;
  • Melhorar a imagem da empresa;
  • Abrir novos mercados em locais inexplorados;
  • Divulgar ações sociais;
  • Realizar venda on-line.



Visitação e estrutura

É hora da segunda etapa: definir o público-alvo. Que tipo de pessoa usará o seu site? Qual a linguagem que agrada essas pessoas? Que tipo de informação as pessoas buscarão no seu site?

Conhecer o público-alvo é tão importante na web quanto em qualquer outra mídia. Apresentar o conteúdo que as pessoas procuram, da forma que elas desejam, é a diferença entre o sucesso e o fracasso de um projeto.

Tenha em mente que o site não será feito para você, mas para o cliente. Tome por base os seus clientes atuais. Não se preocupe com o visual, deixe isso para os designers. Concentre-se no conteúdo, pois isso ninguém pode fazer por você. Além do mais, o design deve se adaptar ao conteúdo, e não o contrário.

Uso uma técnica chamada “Persona Design”. Basicamente, é o seguinte: trace um perfil (Persona) dos seus clientes. O que eles gostam, o que eles não gostam, se são calmos ou apressados, se usam linguagem direta ou técnica etc.

Quando você terminar de criar os perfis, use-os para se colocar no lugar de um cliente. Você definiu alguns objetivos para o site, então é de se esperar que o visitante entre no site para atingir esses objetivos.

Agora, “incorpore” um perfil de cliente e um ou mais objetivos. Imagine que você entrou no site da sua empresa. O que você quer ver? Lembre-se, deixe o visual para os designers. Pense em “o quê” e não “como”. Qual a primeira informação que você deseja? Anote essa informação, ela pode se tornar uma seção, uma página, um link etc.

Depois que você encontrou a primeira informação, o que você quer saber em seguida? Que tipo de ferramenta ou recurso seria útil para você neste momento? O que você não quer ver de jeito nenhum?

Repita esse exercício algumas vezes, cada vez “interpretando” um perfil de cliente em busca de um objetivo. O resultado desse trabalho será o esboço da estrutura do site e da navegação. Claro que a técnica é mais complexa, mas se você usar o conceito acima, já terá grandes resultados.

Pode parecer que não fizemos muito, mas não se engane. Você acabou de montar a base do projeto. Existem quatro vozes que definem o futuro da sua empresa: o empresário (você), a empresa, o cliente e o mercado.


Autor/fonte: Sidney Benetti
E-mail/Url: http://webinsider.uol.com.br

Comentar

Quase todos direitos reservados a Newsmade
| Newsmade